Amanhã Pode Ser Tarde

Category: 1 comentários

Amor de Papelão


Category: 0 comentários

Quanta Mudança.



Quanta mudança alcança o nosso ser. Posso ser assim, daqui a pouco não. Posso ser assim daqui a pouco? Se agregar não é segregar. Se agora for, foi-se a hora. Dispensar não é não pensar. Se saciou, foi-se embora. Quanta mudança, daqui a pouco…Se lembrar não é celebrar. Dura-lhe a dor, quando aflora. Esquecer não é perdoar. Se consagrou, sangra agora. Tempo de dar colo, tempo de decolar. O que há é o que é e o que será, nascerá. Mas… será? Reciclar a palavra, o telhado e o porão. Reinventar tantas outras notas musicais. Escrever um pretexto, um prefácio, um refrão. Ser essência, muito mais. Ser essência muito mais. A porta aberta, o porto, a casa, o caos, o cais. Se lembrar de celebrar muito mais. A poesia prevalece, a essência, a paz, a ciência. Não acomodar com o que incomoda. Vou, vou engarrafar essa dor, vou engarrafar a saudade, vou me embriagar de tristeza. Bendizendo ela vira beleza. Gentileza gera gentileza.

- O Teatro Mágico.
Category: 0 comentários

Bolhas de Sabão




Certa vez eu tive uma bolha de sabão. Era simples, frágil e transparente. Mas era minha, só minha. Tinha um brilho tão bonito, que parecia uma pequena estrela, que de tão cadente acabei encontrando-a e esta me fez companhia. Suas curvas eram tão precisas e singelas que pareciam terem sido projetadas por um engenheiro.
...
Quando olhava através dela, o mundo ganhava cores. Eram tantas cores que parecia que o arco-íris estava sorrindo-me. Eu podia ver o seu interior, e lá no fundo, eu encontrei-me – a imagem que ela roubara de mim mesmo. E ela elevava-se cada vez mais alto, e eu a acompanhava, era como se estivéssemos a dançar uma valsa num baile onde a gravidade não tivesse sido convidada.
...
Mas num momento de inquietação, ela foi-se. Já não havia mais bolha de sabão. E aquilo que em tão pouco tempo pareceu-me tão infinito, já não era mais nada. Deixou-se de ser simples, frágil e transparente. Enfim, já não era mais nada.
...
Pensei que nunca mais fosse encontrar uma bolha de sabão igual aquela. Até o momento que eu soprei novamente, e logo nasceu mais uma bolha de sabão para minha alegria. Já não pensava no que havia passado. Só me interessava o encanto daquele momento. Até que ele já não era também; e não tive escolha: tive que soprar de novo!
...


P.S.:Na verdade esse texto não fala de bolhas de sabão. Eu to falando é de amor!


(Luiz Luz)


http://ondevivemaslendas.blogspot.com/

P.S.: Ao meu amigo Luiz Luz, todo o meu carinho, respeito, afeto e admiração!

Estamos juntos parceiro!

( Izabel Cristina )

Category: 1 comentários

Deixou de ser Poema

É angustiante, sufocante, tudo ante ante ante essa saudade.
Sentir sua falta deixou de ser da minha escolha e passou a ser pura obrigação. Deixou de ser poema, e se transformou em sentimento. Passando da força pra recaída. E se transformando no meu dia, minha noite, meu bem estar e mau humor.
Passou a ser tudo o que sobrou.
Category: 0 comentários

Então disse Ela

Então disse ela:

"como é que pode você, com palavras, mexer comigo por dentro assim, como se estivese segurando o meu coração, como se estivese pulando de um ladro pro outro para me lembrar que está aqui e bem viva..."
Category: 0 comentários

Sorrisos

O meu sorriso é tão feliz contigo...
Category: 1 comentários

Desencana, neurose!


Não ligava para os pensamentos dos outros quando tinha o seu formado.
Ela fazia parte de uma sensibilidade anormal - daquelas bem amargas, que degustadas até o fim trazia um prazer meio adocicado. Era amiga de todos em volta, mas também adorava a parte que se enturmava com as paredes, a cama, o edredon, e só: esse triangulo, de vez em quando era o seu preferido. Não ligava para os pensamentos dos outros quando tinha o seu formado, mas todos esses foram vez ou outra, enfluenciados por uma palava. Gostava da arte e era facinada secretamente pelo romance que podia ser escrito com a sua história . Ela podia se descrever de várias formas, mas tinha uma que era completa - e talvez, a que ela mais gostasse - ela era um misto de sentimentos pulsanete e inacabáveis. Só isso. Não era só mais uma pessoa que sentia isso sempre - e como sentia - ela era um pouco mais: era a coisa própria. Não sei como aconteceu, talvez tivesse se misturado entre um suspiro ou outro e com um voialá dito por-não-ser-quem, se transformou. Na minha vista, ela sempre será, nunca é. Apartir do momento em que a porta se encostou para dar lugar a quem chegava, eu senti que o amor deixava de ser um sentimento e passará a ser uma pessoa. Mas o boato que rola na cidade é que teve um data especifica para isso. Talvez essa data tenha sido algo como desde sempre. E como tenho uma certeza inexplicável que não tenho o direito de colocar um final nisso, deixo em reticencias sua descrição. Uns três pontinhos de mais algumas chances, mais amores, mais décadas, mais pontinhos, três pontinhos.
Category: 0 comentários

Realidade Inalterada



O fotógrafo Duda Lessa recebeu o prêmio especial do júri do concurso “Os Olhares da Cidade”, promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania. A imagem que valeu o reconhecimento ao fotógrafo foi captada em meados de 2009, na comunidade da Bananeira.
Duda passava pelo local, uma das favelas mais pobres de Itabuna, quando avistou uma criança brincando com os restos de um computador e uma velha TV jogados no lixo. A cena comove e evidencia o abismo social existente entre os que vivem em relativo conforto e os que não têm nada.
A propósito, esta imagem fez gente se mexer na Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação do Governo da Bahia.
A ilheense Rúbia Carvalho, então diretora de Inovação, conseguiu inserir a comunidade da Bananeira em um projeto de inclusão digital. Mas as caixas de computadores enviadas para Itabuna ficaram retidas na Prefeitura e acabaram sendo devolvidas, porque o governo municipal não providenciou a instalação das máquinas.
É absurdo, mas é isso.
Ficam os parabéns do Blog ao fotógrafo e as lástimas para a inoperância e insensibilidade do governo local.(Redebrasildenotícias)
Category: 0 comentários

Confirmação



Quando eu penso que ainda não vivi nada, eu olho para o lado e vejo que tem gente que viveu muito menos do que eu. Dai eu descubro que eu vivi mais do que imaginava.
Category: 0 comentários

Fato



Eu finjo que não me importo, mas no fundo isso me machuca.
Category: 0 comentários

P.S:




(...) Está no toque, no calor, na vontade. Tem no olhar, no sonho, na espera. Te inunda, te queima. A intensidade é você quem regula, ou não regula.

Às vezes vem com brindes: Paixão, amor… mas esses brindes nada seriam sem ele, o amor.

Sabe o toque final de uma receita que dá todo diferencial ao bolo? O desejo funciona assim.

PS:Seduza, provoque, toque, sinta, delire e saia antes de se apaixonar... mas, caso não tenha saido, lascou-se ! Fato !
Category: 0 comentários

Contando Histórias



3 objetos sobre a mesa do professor: uma borracha, um liquidpaper e um relógio.

- Qual desses objetos vocês usariam para apagar um amor se isso fosse possível?

Todos respondem de imediato : ” A borracha! ”, exceto a mocinha da esquerda, a pequena que nunca era notada durante as aulas.

E então o professor pergunta :

- Helena, o que você acha?

E a menina sem precisar pensar muito diz:

- Parem e pensem. Vocês se acham tão espertos, para onde canalizam a inteligência quando o assunto é amor?

Todos olham com ar indiferente para a pequenina.

- Amor é um sentimento de dedicação absoluta de um ser ao outro. Como se pode apagar um sentimento? Não pode. Sabe quando você erra uma conta de matemática e apaga rapidamente? Você acha que sua borracha é boa o suficiente pra deixar a folha em branco novamente, mas nunca é. Sempre fica algum resquício do erro. Amor não é um erro pra ser apagado. Com o liquidpaper funciona da mesma forma, sempre haverá um jeito de notar que você errou, e mesmo que amor às vezes deixe cicatrizes, ainda assim não é um erro.

E então o professor, a essa altura já curioso, pergunta:

- E quanto ao relógio, o que você diz sobre ele?

- O relógio é a resposta certa. A pergunta foi : ”Qual desses objetos vocês usariam para apagar um amor se isso fosse possível?”. Muito bem, se for amor não se apaga, nunca! Não é possível apagar um sentimento quando este é verdadeiramente puro. A única saída viável é atenuar o amor e o único que pode fazer isso sem deixar lembranças ruins é o tempo. O tempo leva o ódio, leva a mágoa, leva a dor. Limpa seu coração, deixa-o no ponto até que você o dê passe livre para ser preenchido novamente. Borracha e liquidpaper sempre fazem lembrar do ruim, do erro , do resto. Ninguém precisa de restos para amar.

(…)
Category: 0 comentários

Preciso dizer que eu te amo



(Preciso dizer que eu te amo)

Quando a gente conversa
Contando casos, besteiras
Tanta coisa em comum
Deixando escapar segredos
E eu não sei que hora dizer
Me dá um medo, que medo

Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
E eu preciso dizer que eu te amo
Tanto

E até o tempo passa arrastado
Só pra eu ficar do teu lado
Você me chora dores de outro amor
Se abre e acaba comigo
E nessa novela eu não quero
Ser teu amigo

É que eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto

Eu já nem sei se eu tô misturando
Eu perco o sono
Lembrando cada riso teu
Qualquer bandeira
Fechando e abrindo a geladeira
A noite inteira

Eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
Eu preciso dizer que eu te amo, tanto.
Category: 0 comentários

Será isso mesmo necessário ?

Category: 0 comentários

E você, por que desvia o olhar?



— E você, por que desvia o olhar?

(Porque eu tenho medo de altura. Tenho medo de cair para dentro de você. Há nos seus olhos castanhos certos desenhos que me lembram montanhas, cordilheiras vistas do alto, em miniatura. Então, eu desvio os meus olhos para amarrá-los em qualquer pedra no chão e me salvar do amor. Mas, hoje, não encontraram pedra. Encontraram flor. E eu me agarrei às pétalas o mais que pude, sem sequer perceber que estava plantada num desses abismos, dentro dos seus olhos.)

— Ah. Porque eu sou tímida.
Category: 1 comentários

Tire o seu sorriso do caminho



“Tire o seu sorriso do caminho que eu quero passar com a minha dor.”
Category: 1 comentários

Dormir é para os Fracos

Category: 0 comentários

Várias



- Sabe quantas vezes você pode amar alguém? Várias.
Sabe quantas vezes esse amor pode ser retribuido? Poucas.
Rara as vezes que você vai ouvir alguém dizer que morreria por você,
na verdade talvez nunca... é de fato!
Dizer que faria isso por uma pessoa é muito sério,
você precisa amar de verdade alguém pra assumir que faria algo por ela.
Poucas vezes você vai encontrar alguém que dedique suas 24horas
pensando em você, fazendo tudo por você, vivendo em pró de você,
que saia por ai dizendo que tem orgulho de estar com você,
que com todos os seus defeitos ainda sim continua te amando além de tudo...
Que não te ama por interesse, que não estar com você só pra não ficar sozinho,
que não teria coragem de trocar você por ninguém, e que não exige nada de ti além de ama-lo, mas se esse amor não puder ser retribuido somente o amor que essa pessoa tem por você já basta... É dificil encontrar alguém que se entregue completamente e faça de tudo por uma outra pessoa.
Eu fui um alguém assim.. não me acho idiota por amar demais alguém!
Tenho orgulho de dizer que amei demais, que me entreguei demais.
Pelo menos eu fiz alguém feliz!
Category: 0 comentários

Sempre Volta


O que é verdadeiro, volta. E o que tiver que ficar, fica.
Category: 0 comentários

Então Charlie Brown ?!

Category: 0 comentários

Independente do que aconteça.


Sabe por que Procurando o Nemo é um dos meus filmes favoritos? Porque ensina você a nunca abandonar as pessoas que você ama, independente do que aconteça.
Category: 0 comentários

Velha Infância




Na época em que eu era criança:

• Não existia Orkut
• Garotos de 13 anos usavam roupas remendadas pela mãe
• Mc Donalds custava R$ 4,50
• Biscoito Fofy existia
• Meninas de 11 anos brincavam de boneca
• Meninos de 13 anos assistiam Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball Z
• Existia Chiquititas e Rebeldes
• Festas de 15 anos não eram eventos/shows
• As músicas tinham coreografia
• Tênis de Luzinha era essencial
• Kinder Ovo era 1 real
• Quem não lembra do chocolate da Mônica?
• Pessoas REALMENTE se conheciam e não por Orkut
• Maquiagem era coisa de gente grande
• Fotos não eram tiradas para serem colocadas no orkut e sim para recordarem um momento
• Pra saber da vida de alguém só lendo os cadernos de perguntas que fazíamos
• Crianças tinham Bichinho Virtual e não Celular
• Se mandava cartinhas pra dizer que amava e não scraps no Orkut
• Merthiolate ardia pra cacete
• Comprava vários Salgadinhos da Elma Chips só pra pegar o Tazo
• Restart era Só um Botão de video game

Agora me diz,sua infancia também foi assim ?!
Category: 0 comentários

Sou riso


Category: 1 comentários

Estamosjuntas


Foda-se o que ela fez, ela é sua amiga não é? Então não a deixe.
Category: 0 comentários

Respeito é bom e conserva os dentes.


Você não precisa aceitar, basta respeitar.
Category: 0 comentários

C a n s e i



Cansei de pedir desculpas pelo jeito que ajo. Cansei de ouvir dos outros como devo fazer, viver, conversar e agir. Não vou me martirizar e tentar ser diferente pra fazer alguém se sentir melhor. Eu vou ser isso aqui mesmo, e que se dane a opinião alheia. Se eu tô feliz, tá tudo certo, não vou me incomodar com mais nada e nem ninguém. Não é egoísmo, não, não é...juro. Só descobri que, de tanto você pensar nos outros, acaba esquecendo de si.
E isso me faz mais uma vez, lembrar da4ª Lei de Newton - Sempre vai ter um filho da puta para fuder com o seu dia. Fato!
Mas uma coisa é certa, eu FODO com o dele também e fodo linda !
Category: 0 comentários

Econtros




“Se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra.”

(Caio F. Abreu)
Category: 0 comentários

C a s t i g o


Se você vai fazer algo errado, faça muito errado, porque o castigo vai ser o mesmo.
Category: 0 comentários

E l e


Category: 0 comentários

C o r a ç ã o


Sabe o meu coração guarda um tanto de amor
Category: 0 comentários

A p a r ê n c i a



APARÊNCIA

( ) Sou mais baixa do que 1,54m
(x) Me acho feia às vezes
( ) Tenho muitas cicatrizes
(x) Eu me bronzeio facilmente
( ) Eu queria que meu cabelo fosse de uma cor diferente
( ) Eu tenho amigos que nunca viram a minha cor natural do cabelo
(x ) Eu tenho tatuagem
(x) Eu sou auto-consciente sobre a minha aparência
(x) Eu uso óculos
( ) Gostaria de fazer uma cirurgia plástica se fosse 100% segura, livre de custos
(x) Já me disseram que eu sou atraente e foi completamente estranho
(x) Eu tenho mais de 1 piercing
( )Tenho piercings em locais além de meus ouvidos
( ) Eu tenho sardas

FAMÍLIA

( ) Eu fugi de casa
( ) Eu fui expulso da casa
(x) Meus pais biológicos estão juntos
(x) Eu tenho um irmão mais novo
(x) Eu quero ter filhos um dia
(x) Quero adotar um dia

FACULDADE/TRABALHO

(x) Eu estou na FACULDADE
(x ) Eu tenho um emprego
( ) Eu perdi uma semana ou mais de escola
( ) Eu estive no quadro de honra nos últimos 2 anos
( ) Eu roubei algo do meu trabalho
( ) Eu fui demitido

VERGONHA

( ) Eu já falei um “lol” em uma conversa falada
(x) Filmes da Disney ainda me fazem chorar
( ) Eu já engasguei enquanto ria
(x) Eu ri tanto que chorei
( ) Eu ri até algum tipo de bebida saiu pelo meu nariz
( ) Eu tive minha calça rasgada em público

SAÚDE

( ) Eu nasci com uma doença/deficiência
( ) Eu recebi pontos
( ) Eu quebrei um osso
( ) Eu tive minha amígdalas removidas
(x) Eu me sentei em um consultório médico com uma amiga
( ) Eu tirei meus dentes de siso
( ) Eu fiz uma cirurgia grave
(x) Eu tive catapora
( ) Eu tenho/tinha asma


VIAGEM

( ) Eu dirigi mais de 200 milhas em um dia
(x) Eu fui para o Pará e vi índios
( ) Eu fui para o México
(x) Eu viajei pelo meu estado
( ) Eu fui para o Japão
( ) Eu já comemorei o Mardi Gras em Nova Orleans
( ) Eu fui para a Europa
( ) Eu fui para a África
( ) Eu fui para os EUA
( ) Eu fui na Disney


EXPERIÊNCIAS

( ) Eu já me perdi na minha cidade
(x) Eu vi uma estrela cadente
(x) Eu fiz um desejo a uma estrela cadente
( ) Eu vi uma chuva de meteoros
(x) Eu apertei todos os botões em um elevador
(x) Eu chutei um cara onde dói
( ) Eu fui a um casino
( ) Eu já fiz mergulho *-*
( ) Eu bebia um galão de leite inteiro em uma hora
( ) Eu fui esquiar
(x) Eu estive em um jogo
(x) Eu conheci pessoalmente alguém da internet
( ) Eu peguei um floco de neve na minha língua
( ) Eu vi a aurora boreal
(x) Eu me sentei num telhado à noite
(x) Eu andei em um táxi
( ) Eu vi o Rocky Horror Picture Show.
(x) Eu comi sushi e não gostei
( ) Eu fiz snowboard

RELACIONAMENTOS

(x) Eu mantenho amizade com 'ex's'
( ) Eu tenho medo do abandono
( ) Eu me divorcei
(x) Eu já falei “eu te amo” pra alguém que eu não sabia se amava mesmo
(x) Eu já disse para alguém que eu não o amava
( ) Eu já disse a alguém que o amava e não obtive uma resposta clara.
( ) Eu amei uma amiga.

HONESTIDADE

(x) Eu fiz alguma coisa que prometi a alguém que não faria
(x) Eu fiz alguma coisa que prometi a mim mesmo que não faria
(x) Eu menti para meus pais sobre onde estou
(x) Eu estou mantendo um segredo do mundo
(x) Eu já trapaceei durante um jogo
(x) Eu já colei em um teste
(x) Eu fui suspenso da escola

BAD TIMES

(x) Eu já consumi álcool
(x) Eu bebo regularmente
( ) Eu não consigo engolir comprimidos
(x) Eu posso engolir cerca de 5 comprimidos de uma vez sem problemas
(x) Eu fui diagnosticado com depressão clínica
(x) Eu me tranco no quarto quando estou deprimida
(x) Eu tomo/tomei anti-depressivos
( ) Eu fui diagnosticada com anorexia ou bullimia
(x) Eu dormi um dia inteiro
(x) Eu acordei chorando
( ) Já usei algum tipo de drogas
(x) Eu fumo/já fumei cigarro


MORTE

(x) Eu não tenho medo de morrer
( ) Eu odeio funerais
( ) Eu já vi alguém morrendo

MATERIALISMO

( ) Eu tenho mais de 5 CDs de axé
(x) Eu tenho um iPod ou MP3 player
( ) Eu tenho uma obsessão doentia com anime/mangá
( ) Eu coleciono revistas em quadrinhos
( ) Eu faço coleções estranhas
( ) Eu tenho algo autografado

RANDOM

( ) Eu roubei uma bandeja de um restaurante fast food
(x) Eu amo MPB.
(x) Eu tenho foto com Caetano Veloso
(x) Eu vejo noticiários
(x) Eu não mato insetos
( ) Eu amaldiçoo regularmente
(x) Eu canto no chuveiro
( ) Eu sou mais ativa pela manhã
( ) Eu pago o meu toque de telefone celular
( ) Eu sou uma fanática por esportes
( ) Eu giro meu cabelo
( ) Eu tenho “x” em meu nome de tela
(x) Eu amo estar arrumada
( ) Eu já copiei mais de 30 CD’s em um dia
(x) Eu sei cozinhar
(x) Minha cor preferida é branco, amarelo, vermelho, preto ou azul
(x) Eu usaria pijama para ir a faculdade
( ) Eu gosto de Martha Stewart
(x) Eu sei como disparar uma arma
(x) Estou apaixonada
(x) Eu rio das minhas próprias piadas
( ) Eu amo comer fast food
(x) Eu acredito em espíritos e reencarnação
( ) Estou sempre online, até mesmo como uma mensagem de ausência
( ) Eu não me formei em nada
( ) Eu não consigo dormir se houver uma aranha no quarto
( ) Eu sou muito delicada
(x) Eu amo chocolate meio amargo
( ) Eu mordo minhas unhas
( ) Eu amo jogos de vídeo-game
(x) Eu sou boa em lembrar rostos
( ) Eu sou boa em lembrar nomes
( ) Eu sou bom em lembrar datas
( ) Eu não tenho idéia do que eu quero fazer para o resto da minha vida
Category: 0 comentários

Verbo: a cre di tar


Category: 0 comentários

S o l i d õ e s


Amor são duas solidões protegendo-se uma à outra.
Category: 0 comentários

C i ú m e s



- ”Eu sinto ciúme quando alguém te abraça, porque por um segundo essa pessoa está segurando o meu mundo inteiro.”
Category: 0 comentários

Deveriam Ouvir


Category: 0 comentários

Por AMAR diferente...




POR AMAR DIFERENTE :

Você tem nojo de ver 2 homens ou 2 mulheres se beijando!?

Hãn ?!

Sabe,eu também tenho nojo, mas é de ver pessoas matando.

Eu tenho nojo de ver desigualdade e preconceito.
Eu tenho nojo de ver o cinismo e cara de pau de algumas pessoas,
a falsidade sabe ?!
Além de também ter nojo de ver pessoas passando fome e ninguém fazendo nada, ou quase nada para mudar isso. Diga NÃO ao PRECONCEITO! Se todo mundo pensasse assim, as coisas seriam diferentes, o mundo seria outro e eu com certeza teria o maior orgulho de pertecer a essa espécie.
Category: 0 comentários

Fato




- A semana têm 7 dias.
O arco-íris têm 7 cores.
E entre 7 bilhões de pessoas, precisar mesmo, você precisa de apenas uma. Tenho certeza que pensou em algum garoto não? Bom, eu estou falando da sua mãe.
Category: 0 comentários

Lugares

(...) uma das minhas partes preferida!
Category: 0 comentários

Falasério



Em 1990

Ele: Namora comigo?
Ela: Com uma condição, fale com meus pais.

Em 2011

Ele: Namora comigo?
Ela: Com uma condição, coloque ”namorando” no orkut.
Category: 0 comentários

Porque o amor...


Category: 0 comentários

Ignorar




As vezes ignorar é a melhor maneira de fazer alguém prestar atenção.
Category: 1 comentários

Lembranças




Algumas músicas me lembram de pessoas que eu já deveria ter esquecido.
Category: 1 comentários

Fui...



“Como dizer adeus a alguém que você não imagina viver sem? Eu não disse adeus. Eu não disse nada. Simplesmente fui embora.”

Caio Fernando Abreu
Category: 0 comentários

Estou te querendo muito bem neste minuto.



Estou te querendo muito bem neste minuto. Tinha vontade que você estivesse aqui e eu pudesse te mostrar muitas coisas, grandes, pequenas, e sem nenhuma importância, algumas. Fique feliz, fique bem feliz, fique bem claro, queira ser feliz. Você é muito lindo e eu tento te enviar a minha melhor vibração de axé. Mesmo que a gente se perca, não importa. Que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. Mas que seja bom o que vier, para você, para mim.

Caio Fernando de Abreu
Category: 0 comentários

Hoje já é outro dia


Category: 0 comentários

Me dá tua mão



As desculpas se acumulavam me entende, eu não quis, eu não quero, eu sofro, eu tenho medo, me dá a tua mão, entende, por favor.

Caio Fernando Abreu
Category: 0 comentários

S i m


Category: 1 comentários

Chico Buarque



“Sabia, gosto de você chegar assim
Arrancando páginas dentro de mim desde o primeiro dia
Sabia me apagando filmes geniais rebobinando o século
Meus velhos carnavais, minha melancolia
Sabia, que você ia trazer seus instrumentos
E invadir minha cabeça onde um dia tocava uma orquestra
Pra companhia dançar
Sabia, que ia acontecer você, um dia
E claro que já não me valeria nada
Tudo o que eu sabia
Um dia”


(Chico Buarque)
Category: 0 comentários

Às Raposas





Não sinta pena de mim, sou um competente e satisfeito ser humano. Sinta pena de outros que irritados reclamam que constantemente rearranjam suas vidas como fazem com as mobílias. Falseando atitudes e amigos, a confusão deles é constante e ela atingirá todos aqueles que eles encostarem.

Com eles, cuidado: uma de suas palavras favoritas é “amor”.
E cuidado com aqueles que apenas tomam instruções de seu Senhor. Por eles terem falhado completamente em suas próprias vidas.

Não sinta pena de mim porque sou solitário. E nos mais terríveis momentos o humor é meu companheiro inseparável. Sou um cachorro andando para trás. Sou um banjo quebrado. Sou um fio de telefone cortado que liga Toledo e Ohio.
Sou apenas um homem jantando nesta noite de setembro.

“Às Raposas” - Charles Bukowski
Category: 0 comentários